quinta-feira, 25 de março de 2010

Marketing, redes sociais, comunicação e coisa e tal

Por Gabriel Galvão

Hoje quem comanda a seção 'extras' é o Gabriel Galvão é pernambucano, administrador especializado em marketing, consultor e assessor de marketing, desenvolvedor de blogs e editor do blog Ponto Marketing.



Estamos numa época em que nunca foi tão fácil as pessoas se comunicarem. Nossos avós jamais teriam ideia de que poderíamos falar com dezenas de pessoas ao mesmo tempo sem precisar anunciar na TV ou rádio, ou muito menos subir no alto de um prédio e berrar num megafone. Basta o acesso às novas tecnologias para adentrarmos num mundo revolucionário. E-mail, Skype, MSN e, principalmente, ferramentas em rede como o famoso Twitter, tornam a tarefa da comunicação dinâmica e interativa. O que o marketing tem a ver com isso? Tudo e mais um pouco.

O marketing, como (quase) todos sabem, é o conjunto de ações que vão intermediar a relação da empresa com o mercado. Existem outras definições um tanto sobre a ciência, mas não vamos nos ater a isso agora. O que interessa neste simplório texto é o papel do marketing dentro das formas de comunicação instantâneas, tão faladas e exploradas hoje em dia.

As redes sociais são ferramentas que possibilitam e ampliam de forma nunca antes vista a comunicação de um indivíduo com as pessoas ou as comunidades de seu interesse. O marketing tratou de colocar a empresa na mesma posição do indivíduo e usar tais ferramentas para iniciar e manter uma relação cada vez mais próxima com seus atuais ou futuros clientes. Se um dos componentes do marketing é a comunicação empresarial, nada mais atual e moderno que usar das redes sociais para falar ao consumidor coisas interessantes e que entreguem a ele informações nas quais ele reconheça valor.

Inúmeros são os casos onde empresas inteligentes conseguiram ótimos resultados utilizando estratégias de mídias sociais. Maior ainda é o número de “organizações” que entraram na conversa de pseudo-analistas de mídias sociais e investiram uma grana preta em ações furadas e amadoras. O certo é que cada vez mais as empresas estão entrando nas redes e as conhecendo melhor. A questão dos formatos das estratégias é coisa que vem com o tempo, mais na base da tentativa e erro que no estudo científico. Tenho certeza que dentro de um ou dois anos já existirá uma gama gigante de estratégias para cada tipo de segmento, porte de empresa, região do país, faixa etária e outros aspectos delimitadores.

O marketing plantou boas sementes nas redes. Agora os frutos já estão amadurecendo e o marketing está colhendo resultados e vendo onde errou ou acertou. Novas safras estão por vir, e frutos mais vistosos e suculentos nascerão. Enquanto o marketing estiver caminhando lado a lado com a comunicação, estará fazendo com que as empresas sempre estejam perto de seus clientes.

3 comentários:

Natalya Nunes disse...

Parabéns pelo texto, Gabriel.

Falar sobre Marketing nas redes sociais é sempre (e cada vez mais) pertinente.

é notório que o twitter vem se tornando uma das principais ferramentas aderidas por grandes corporações para estreitar a relação com seus consumidores...
Mas tem que saber utilizar com bom senso.

Recentemente deparei-me com uma das coisas mais absurdas que eu já vi.
Existe uma espécie de blog chamada 'Tumblr' onde as pessoas ironizam situações de determinada personalidade. Temos o 'Tumblr' de alguns participantes do BBB, tem também um famoso do Maurício de Souza, mas, empresas grandes como COCA COLA, SUBMARINO e BRADESCO resolveram utilizar esse servili, caracterizado por utilizar uma linguagem cheia de irnonias e palavrões. Para mim, foi decepcionante ver principalmente a Coca Cola aceitando esse tipo de divulgação, mas, o blog só durou 1 ou 2 dias, não sei ao certo, sendo motivo de indignação dos usuários do twitter.

http://www.hardmob.com.br/showthread.php?t=415897

O Marketing na internet é muito poderoso, mas deve ser utilizado com MUITA cautela.

Bjs e ótimo fds a todos.

Gabriel disse...

Natalya,

Obrigado pelo comentário. Fico contente em saber que pelo menos uma pessoa gostou do texto!

Existem casos onde o uso do marketing foi mal feito, causando resultados negativos para os que se aventuraram. Às vezes os marketeiros se empolgam; às vezes quem trabalha o marketing são "profissionais" que dele nada entendem. É o que acontece com todas as profissões: quando você não sabe atuar nela, acaba sempre fazendo besteira.

Pela característica da instantânea distribuição de informação, a Internet é sim um terreno onde se deve pisar com cuidado quando se pensa em branding, posicionamento de mercado e presença online.

Grande abraço e continue acompanhando o A Bordo e o Ponto Marketing!

natanaeloliveira disse...

Muito bom o post. De fato, o crescimento vertiginoso das redes sociais tem mudado e muito a interação entre empresa/cliente. Entender e conhecer bem cada ferramenta da comunicação digital, já se tornou fundamental para qualquer profissional da área. A dica é exatamente essa: estudar e muito para acompanhar esse futuro tão presente do marketing digital e todas as suas vertentes.

Natanael Oliveira
www.natanaeloliveira.com.br