quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Especial Relações Públicas - #DiadoRP

Por Cibele Silva

Falar de Relações Públicas não é tarefa fácil, e neste dia especial não poderia fazer isso sozinha, hoje trago a opinião de algumas pessoas sobre o RP.

Fui conversar com o Professor Doutor e Presidente da Associação Brasileira das Relações Públicas (ABRP) Luiz Alberto de Farias, prontamente ele me atendeu por email, mas felizmente na ultima segunda encontrei com ele pessoalmente no encontro de relações públicas, promovido pelos alunos da ECA/USP.
Conversamos sobre a função de Relações Públicas com o relacionamento, pediu que eu fizesse uma pesquisa entre os estudantes e ver o porquê eles escolheram Relações Públicas.
E assim fiz como podem ver abaixo:

Juliana Camargo, estudante de RP da Metodista:

Escolhi fazer RP, pois estava procurando algo relacionado a comunicação, e que se relacione com as minhas características, gosto de falar de me relacionar, então achei RP interessante, contempla tudo, é uma profissão dinâmica.

Joyce Tomaz, estudante de RP da Metodista

Eu sempre fui muito comunicativa e pensei em fazer jornalismo e até Rádio e TV, mas RP tem um diferencial e foi o que me fez ser apaixonada pela profissão - o fato de tratarmos com pessoas é uma das coisas que eu mais admiro e mais me instiga. Mesmo que eu atue em uma área q não lida com pessoas diretamente, sei que vou fazer algo por elas.

Maira Manesco, estudante de RP da Metodista:

Eu sou muito comunicativa queria algo na área de comunicação, assim juntava o útil e o agradável, dentre os cursos o que me chamou mais atenção foi o de RP, por ser mais dinâmico, ter mais áreas de atuação e em especial por lidar com diferentes públicos.

Ana Sciena, estudante de RP da UEL

Eu sempre fui RP sem saber o que era ser RP, sempre tive um bom relacionamento, sempre tentei passar informações corretas para todos, e sempre gostei de me comunicar! Isso é ser RP.

E não é que ele estava certo, todas as respostas têm uma ‘pitada de relacionamento’, muito interessante.

Para que cada vez mais haja esse envolvimento com a profissão o presidente da ABRP Luiz Alberto e Farias ressalta que ter uma data para que possamos refletir sobre os caminhos da atividade é essencial, pois podemos avaliar o que estamos fazendo pela atividade e instigar estudantes e pré-vestibulandos a disseminar nossos valores.

Nessas entrevistas, percebe-se que a maioria destes estudantes procurava, através da comunicação, estabelecer relacionamentos nas mais diversas esferas: A essência das Relações Públicas. Nos últimos anos seguimos de perto a evolução da atividade, tanto pelo aumento da demanda empresarial, na busca de profissionais qualificados para gerenciar seus relacionamentos, como estudantes, como esses que buscam na comunicação o equilíbrio social.

Hoje temos um trabalho crescente, sólido e articulado por parte das entidades representativas de nossa profissão: Conrerp, ABRP e Abrapcorp, e pelas entidades que incorporam outras atividades: Aberje, Abracom. A proximidade de todas essas instituições tem aumentado a discussão e a qualidade do que se tem feito em prol da atividade. As escolas, de modo geral, também têm investido na qualificação de seus estudantes. O mercado hoje é cada dia mais exigente e competitivo e entendo que os relações-públicas devam atuar no sentido de mostrar os diferenciais que a profissão oferece, da sua capacidade de trabalhar de maneira sistêmica e integrada.

Vale destacar que para o Farias a “Nossa profissão ainda precisa fortalecer o espírito de corpo - diferente de corporativismo, vale nota! - pois as percepções são muito positivas em relação ao crescimento e à consolidação

Para mim usar essa movimentação que está sendo realizada na rede é de extrema importância para que alcancemos essas percepções positivas e fazer parte do crescimento da profissão.

Parabéns aos Relações Públicas de todo o Brasil.

8 comentários:

Fábio Albuquerque disse...

É isso aí garota. Excelente post. Vamos continuar a bordo deste Especial #DiadoRP.
Sinto que vem muito mais coisa boa por aí.

Comunidade RP Brasil disse...

Feliz para todos nós colegas!

Abraço Cibele.

Danielly Pontes

Ocappuccino.com disse...

Belle, bem interessante está análise e o legal é perceber que o 'relacionamento' é de forma estratégica. De forma a entender o público com base em estudo de comportamento e não de 'achismos'.

Temos orgulho de poder contar contigo no Ocappuccino.com

MATEUS

Anônimo disse...

PARABÉNS VC QUE FAZ RP, BATALHA 4 ANOS PRA MANDAR E-MAIL NO SAC!

Anônimo disse...

PARABÉNS VC FORMADO EM RP QUE Ñ VIROU NADA NA VIDA E HJ CONCORRE A UMA VAGA NO BBB

Ocappuccino.com disse...

Parabéns você "anônimo", que não sabe a diferença entre caixa alta e caixa baixa. Quem sabe um dia você encontra coragem de assinar o que escreve.

Ocappuccino.com disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Promove's disse...

Juliana de M. Olinto - estudante de RP na FECAP

Fiz um teste vocacional e entre os resultados, que também tinham Jornalismo e Publicidade, saiu RP, que por sinal eu nunca tinha ouvido falar. Comecei a pesquisar e só me decidi por RP no dia da entrega do manual da FUVEST. Mas tenho convicção de que fiz a escolha mais acertada pra minha vida!


Ju M. Olinto
Equipe Promove's