terça-feira, 24 de novembro de 2009

As origens do marketing

Por Lívia Brito
Aproveitando a maratona A Bordo sobre as origens e histórias das “ferramentas” de comunicação, resolvi trazer um pouco sobre a biografia do Marketing, voltada às principais orientações do mercado.
O marketing iniciou suas atividades nas primeiras organizações que surgiram na época da Segunda Guerra Mundial por meio das vertentes ou orientações para o mercado, que são: produção, produto, vendas, marketing e marketing societal.
A orientação para a produção diz respeito aos consumidores que preferem produtos com alta oferta e preço acessível. É uma das vertentes mais antigas inerentes às relações de transação comercial. Na preocupação de diminuir custos de produção e distribuição em massa, diagnosticou-se má qualidade nos serviços e produtos à demanda, consequentemente surgiu a vertente voltada para o produto. Essa orientação oferece aos consumidores a oportunidade de adquirir produtos com qualidade e desempenho superiores, ou que tenham características inovadoras.
No entanto, há organizações que orientam o mercado por meio das vendas, normalmente quando existe muita oferta para uma demanda inferior. A orientação para a venda é uma forma que as organizações encontraram para concentrar esforços nas atividades de marketing direcionados à venda dos produtos disponíveis. Sobre esta orientação Kotler, em seu livro Administração de Marketing (2000), explica que essa consideração implica que o mercado consumidor não demonstra vontade ou interesse em relação à compra e necessitam ser movidos a comprar.

Em contraponto, a orientação para o marketing adverte que a chave para alcançar os objetivos organizacionais está na busca da excelência na criação, entrega e comunicação de valor para os mercados-alvos. Essa filosofia é uma integração de todas as outras vertentes citadas anteriormente. Com o foco no cliente os processos de produção, projeto de produto e vendas se tornaram mais complexos, no entanto, mais eficientes no que diz respeito à relação com o mercado. A orientação para o marketing visa o lucro, focaliza o cliente e integraliza os negócios da organização.

Por último, há a vertente que orienta o mercado para a responsabilidade social (societal). Essa orientação estabelece que as organizações devem considerar ações éticas e sociais nos processos administrativos e mercadológicos. É uma vertente dirigida para o valor oferecido ao mercado consumidor, ou seja, para que as empresas atinjam objetivos precisam transmitir valor adequado.

Descrevi uma breve análise sobre as orientações do marketing provenientes das primeiras relações de consumo, após Segunda Guerra Mundial. Com a evolução do termo marketing, novas formas de fazer negócio surgiram com o desenvolvimento tecnológico, aumento da demanda e suas exigências e mudanças de paradigmas.

Atualmente nós, como profissionais de comunicação, precisamos estar atentos para o novo, a cada dia surgem novos termos que mudam a forma de fazer comunicação. Cada vez mais as organizações, as marcas, os produtos e os serviços fazem parte da vida pessoal de um indivíduo. Deve-se considerar até que ponto essa “alienação” é positiva para a marca, por isso a necessidade de planejar a Responsabilidade Social e a ética para com o público. Gosto de falar que as experiências do passado são os acertos do presente e do futuro, tendo em vista os importantes acontecimentos e desenvolvimento do mercado da comunicação.

A integração das vertentes, ou a orientação para o marketing, construiu, cria e oferece às organizações oportunidades. Quando percebidas traz à empresa um novo jeito de fazer “mercado”, adequando diferentes ações para atingir dois alvos: o cliente e o lucro.

3 comentários:

Ocappuccino.com disse...

Belo resgate da história do marketing. 'A orientação para o marketing visa o lucro, focaliza o cliente e integraliza os negócios da organização.' Essa frase consegue sintetizar muito bem o conceito.

MATEUS

Cibele Silva disse...

Acho muito interessante quando as pessoas relacionam a história geral com a história da profissão, traz um outra perscepção - mais com foco na memória.

E mera coincidencia esse post no dia da minha prova de marketing. hehe
Enfim, passou, e eu fui bem tanto quanto o seu post.
=]

abraços,
Belle

LIVIA disse...

Obrigada, Mateus e Belle!
Depois me conta a nota da prova, Belle. hehehe ;)

Beijo e um bom dia a todos.

Abraços,
Lívia Brito.