sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Relações Públicas 2.0 - Blogs Corporativos

Por Anamaria Oliveira

Relações Públicas graduada pela PUC-PR e especialista em Marketing pela FGV possui vivência em planejamento, desenvolvimento e coordenação de projetos de marketing como: CRM, internet, endomarketing, eventos e campanhas de incentivo de vendas. Anamaria fez duas participações no A Bordo e hoje está voltando definitivamente, como colaboradora.
Lívia está dentro do maior evento de inovação do país enviando todos os pontos interessantes e suas impressões, através do seu Iphone 3GS, para toda twittosfera e seus quase 4 mil seguidores.

As atualizações feitas no twitter, também são exibidas em seu blog juntamente com seus posts, flickr, suas apresentações do slideshare e suas músicas prediletas do last.fm.
É no blog que ela forma opinião e interage com o seu público.
Ela também é responsável pelo blog corporativo de uma grande consultoria brasileira de comunicação. Neste blog ela gerencia, fortalece e zela pela marca da empresa. Além disso, comunica posições oficiais em tempo real, de forma direta e transparente, dando visibilidade para ações específicas.

Estamos falando de uma Relações Públicas 2.0.
Realidades como essas, são cada vez mais freqüentes e é em cenários assim que as Relações Públicas e Web 2.0 caminham lado a lado.

A cada ano a interatividade na rede vem ganhando mais visibilidade nas empresas e os executivos começam a perceber que isso pode transformar a maneira como as empresas se organizam, são administradas e também, como elas se vendem para o mercado.

Os blogs podem ser utilizados para comunicação externa melhorando o posicionamento de marketing, e para comunicação interna fornecendo de forma rápida o direcionamento estratégico. Alguns estudos apontam que cerca de 34% das empresas já utilizam blogs.

Embora, os benefícios sejam evidentes é importante destacar alguns fatores que levam ao sucesso. “Primeiro de tudo o blog precisa ter vocação, ou seja, nascer para uma missão. Por exemplo, se a intenção for zelar pela imagem, fortalecer a marca ou fornecer posições oficiais da empresa, temos aí a vocação de Relacionamento bem definida. Para esta vocação teremos um plano de governança e boas práticas específicas”, afirma o consultor de portais corporativos Marcos Daniel Goes, da ESAT - Soluções em Alta Tecnologia.

Levando em conta estes fatores de sucesso, alguns estudos consideram 3 grandes vocações: relacionamento, colaboração e comunicação. Baseado nessas vocações temos vários tipos de blogs, entre eles:

· Blog de Relações Públicas;

· Blog como Comunidade Temática;

· Blog de Serviço ao Consumidor;

· Blog de Liderança;

· Blog de Mercado;

· Blog de Promoção de Produtos;

· Blog para Desenvolvimento de Produtos;

· Blog para Gestão de Projetos.


No mercado de Relações Públicas podemos atuar com maestria nos blogs de relacionamento, pois ele possui a maior capilaridade na relação entre públicos, desde colaboradores aos concorrentes, passando por acionistas, clientes, imprensa, entre outros. Isso permite ao RP atuar no seu grande desafio de zelar pela boa imagem da empresa onde atua, no que figura a sua performance em gestão de crises.


Veremos nos próximos posts a importância de cada vez mais as Relações Públicas liderarem projetos de Blogs, sobretudo quando as fases de consultoria e de tecnologia da informação terminam. Nesse momento o trabalho do RP passa a ser vital para que os objetivos estratégicos do blog sejam alcançados.

9 comentários:

Fabio Procópio disse...

Bem legal o texto, e aguardo para ver os próximos. É importante salientar, que mesmo sendo de suma importânciam para determinados tipos de organizações, não são todas as que demandam este tipo de comunicação. Outro fato a ser levado em consideração é a maneira em que este blog é conduzido; se ele for um blog mas utilizar da comunicação de mão única EMPRESA-CLIENTE, de nada adianta.

Outra parte legal que podemos citar quando falamos de blogs, é a questão das métricas...

Abraço

Cibele Silva disse...

Muito legal o texto.
É bem o que o Fábio falou, existem organizações que criam 'blogs' e não liberam os comentários, se for para isso, não não criem ou não chamem de blog. Ainda tem muito o que se trabalhar para que essa seja uma ferramenta eficaz.

Estava conversando estes dias com um consultor de marketing do RN, ele está pesquisando e fazendo o TCC de mestrado dele sobre web 2.0 nas pequenas e médias empresas, e os números mostram que a maior parte dela está entrando neste mundo da internet, é muito interessante, claro que as estratégias delas são muito diferentes das estratégias das grandes empresas, porém vale ter um bom e grande profissional para mensurar da capacidade da ferramenta na rede.


Por fim, seja bem vinda Anamaria no A Bordo.

Abraços,
Belle

Anamaria disse...

Pessoal, obrigada pelos comentários!

Bingo!É justamente isso. Uma das sacadas do blog é tirar o receptor daquela zona onde ele não emitia opiniões,como nos canais de comunicação tradicionais, e fazer com que a comunicação seja realmente uma via de mão dupla. Se a empresa não libera os comentários do seu próprio blog, vejo uma oportunidade para o RP, porque faltou ele pra definir as boas práticas (como citado na fala): formando opiniões, participando na definição das métricas e em alguns casos, até capacitar os públicos. Falaremos mais das boas práticas em cada blog na seqüência.Implantar um blog, vai muito além de modismo e para frutificar também precisa de bastante transpiração no dia a dia. Nada melhor do que um RP pra dar o tratamento adequado a tudo isso, levar a comunicação para onde realmente precisa ir e então, colher os bons frutos.

Abraços e ótimo findi!
P.S.: estou adorando estar com vocês!

Ocappuccino.com disse...

Como sou muito curioso quero um exemplo de cada tipo de blog, destes citados: Blog de Relações Públicas; Blog como Comunidade Temática; Blog de Serviço ao Consumidor; Blog de Liderança; Blog de Mercado; Blog de Promoção de Produtos; Blog para Desenvolvimento de Produtos e Blog para Gestão de Projetos.

MATEUS

Anamaria disse...

Olá Mateus,
Certamente, teremos interessantes exemplos para enriquecer nossas experiências e trocarmos muitas idéias nos próximos posts. ;D É isso aí!!
Abraçossssss e até!
Anamaria

Cibele Silva disse...

A Anamaria vai falar nos próximos posts sobre estes blogs, só quero deixar um blog que já falamos dele aqui, é o da claro, ele é qualificado como de Relações Públicas e para mim um dos melhores corporativos.

http://www.claroblog.com.br/

O restante eu deixo com a Ana.
=]

Abraços,
Belle, A Bordo

danipedace disse...

Com certeza hoje se a empresa não está no meio online, não atinge seu público 2.0 está se tornando defasada...porque é essencial....

E, mesmo se está online, e não deixa o canal aberto de feedback ela ainda não atinge seu objetivo tão efetivamente...pois é fundamental esse feedback...

Abraço, Daniele A Bordp

Carol Terra disse...

Acredito que as mídias sociais abram um novo e imenso campo de atuação para os comunicadores em termos de desenhos de estratégias de presença nestes ambientes e geração de conteúdo, além do bom e velho relacionamento com os formadores de opinião. Abraços, Carol Terra (http://rpalavreando.blogspot.com)

Anônimo disse...

Nestes Blogs podemos aprender a ter uma comunicação com os mais diversos públicos (público interno, público setorial e público externo) e pela comunicação institucional. Para isso usará diversos instrumentos e os Blogs estão vindo a tona para revolucionar o mundo das empresas, dando a oportunidade de abrir as portas para uma integração entre empresa e consumidor.Neste blog estamos presenciando o objetivo da RP que Desenvolve e destaca o relacionamento institucional com os públicos estratégicos, identificando oportunidades e necessidades de comunicação da instituição com a sociedade, seja em situações harmônicas ou controversas. ELAINE SPINELI