domingo, 9 de agosto de 2009

Operação Gripe

Hoje vamos mostrar a estratégia dos profissionais da área pública e as ferramentas adotadas para informar a população sobre o vírus A (H1N1).

Dia 24 de abril o vírus A (H1N1), mais conhecido como gripe suína, começou a ser uma ameaça e é acionada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a notícia do vírus que começou no México e se espalhava pelo mundo.

Aqui no Brasil, os profissionais da Assessoria de Comunicação (Ascom), do Ministério da Saúde foram chamados para ministrar uma operação especial da informação que deveria ser publicada para a população, antes dos meios de comunicação em massa.

A primeira peça a ser lançada foi um release distribuído dia 25 de abril contendo orientações.

Desde o alerta de risco a OMS divulga informações rotineiramente, a equipe de comunicação tem o objetivo em uma ação estratégica, de comunicação interativa.

Folhetos informativos para alertar a população sobre os cuidados necessários foram elaborados.

Em entrevista concedida para a revista Negócios da Comunicação Marcier Trombiere, secretário de comunicação Social do Ministério da Saúde informou que “com quatro agências – uma de comunicação e as outras três de publicidade – trabalhando em ritmo acelerado, tudo foi feito no tempo exigido na emergência”.

Operações em 67 aeroportos do Brasil estão sendo realizadas, folhetos trilíngues (português, inglês e espanhol), mais de 3,3 milhões de folhetos foram distribuídos.

Também a OMS disponibilizou oito pessoas para monitorar as redes sociais. Fernanda Rocha é coordenadora do projeto é informa para a revista Negócios da Comunicação que “ao detectar o assunto ‘gripe’ e a dúvida do usuário, o profissional responde, pontual e individualmente, aquela questão”.

Marcier Trombiere enfatiza que esse contato próximo é um esforço para inibir o pânico infundado, combater a propagação de boatos e a automedicação.

O toque estratégico da campanha para é neutralizar ações de desinformação, como abordagens sensacionalistas ou politizadas da “crise” – é o que está acontecendo com os meios de comunicação de massa – “Ainda não existe vacina contra o vírus A (H1N1), mas o estoque de conjuntos de doses (‘tratamentos’) antiverais do Brasil é de nove milhões”, diz Marcier.

Além dos impressos e mediação nas redes sociais está disponível no Youtube dicas de prevenção disponibilizadas pelo Ministério da Saúde para alertar sobre a H1N1 de forma simples e convincente.

Para obter mais informações sobre o vírus A (H1N1) clique aqui.

Postado por Cibele Cristina da Silva

8 comentários:

Alanna Costa disse...

Olá Cibele! Obrigado pela visita! Parabéns pelo blog de vocÊs e por este post. Apesar de todo o pânico infundado em cima da Gripe Suína, é bom vermos as ações que tem sido empreendidas para levar conhecimento a população. Acho ainda estamos colhendo o "alarde" que foi feito no início pela mídia, mas pouco a pouco a informação afastando a "crise"

Comunicação em Rede disse...

Oi Cibele!
Obrigada por nos "FEEDelizar"! Espero que possamos trocar experiências e conhecimentos no campo da comunicação. Se quiser enviar algum materia para que possamos divulgar como um texto, artigo de sua autoria ou um evento pode mandar para comunicacaoemrede@hotmail.com.
Abraços e Parabéns pelo blog.

Karol

Comunidade RP Brasil disse...

Cibele,

Fico grata pela "passadinha" no blog e registro do comentário. O Comunidade RP Brasil estará sempre de portas abertas para o Abordo da Comunicação com a expectativa de FEEDelizarmos outros estudantes e profissionais da área ou não! Sinta-se à vontade para interagir e enviar materiais diversos. Publicaremos com prazer.

Parabéns pelo blog.
Abraço e sucesso!

Danielly Pontes

Gii disse...

Oii Cibele (não estou dando bronca rsrs)

bom, o que posso dizer sobre o
seu blog é que seria um blog que
eu acompanharia, visto que devo estar bem informada e tudo mais.

Gostei, ta de parabéns!

e irei acompanhar e espero fazer um comentário melhor que esse^^

Beijoos e tudo de bom!

A Bordo disse...

Meninas obrigada pelas considerações e pela retribuição da visita.

Karol e Danielly agradeço pela abertura para postagem. Posso sim encaminhar.

Gi, pode me chamar de Belle em qq lugar do mundo - Cibele - é mera formalidade.
Venha sempre sim, é importante "passear" por blogs, conhecer as profissões de comunicação, assim você decide logo o que vai prestar para o vestibular. rs

Abraços,
Belle

Ocappuccino disse...

belo serviço, aqui no sul estamos entrando em pânico, ouvi em entrevista, naolembro qual, que até o final desta epidemia 2 bilhoes depessoas irão contrair a virose, imagina 1/3 de toda populaçao, e dizem ser melhor contrair agora pois depois que houver uma mutação do virus será muito pior [MEDO]

medo

Cibele Silva disse...

Bom "Ocappuccino" (não sei quem postou), essa notícia saiu em vários veículos, mas foi divulgada pela OMS - "a Pandemia afetará 2 bilhões de pessoas 15% a 45% da população - Segundo o boletim da Organização chegam a 162 mil casos e 1.154 mortos no mundo".

Sobre a Mutação, hoje de pela manhã estava ouvindo um médico aqui da equipe onde eu trabalho falando que o vírus já tem 5 tipos de mutação. Realmente é de dar medo, porém temos que manter a calma e tomar todas as prevenções - não colocar as mãos no rosto, não ficar tocando em nada e muitas outras...

Abraços,
Belle
(A Bordo)

Guilherme Freitas disse...

Cibele, a gripe H1N1 é perigosa e devemos nos prevenir sim. Porém, vejo que a mídia está fazendo sensacionalismo com a doença. Taxam de gripe suína, qualquer morte suspeita (como a menina brasileira que morreu no avião vindo da Disney) sem apurar. Além do "terrorismo" a população, fazem publicidade para os medicamentos, já que a industria farmaceutica é uma das mais poderosas do mundo. Abraços,