terça-feira, 29 de setembro de 2009

A blogosfera e o jornalismo

Hoje na seção 'extras' temos o prazer de receber Guilherme Freitas jornalista e editor-chefe do Blog da Comunicação.


A primeira década do século 21 transformou o mundo do jornalismo. Muita coisa mudou e todos os veículos de imprensa tiveram que se adaptar, ou melhor, se render ao poder da web. Emissoras de rádio, TV, revistas e jornais diários, todos tiveram que montar seus próprios sites e investir conteúdo neles. Através da telinha do computador podemos assistir a programas de TV, ouvir a transmissão de um jogo de futebol e ler todas as páginas de um jornal. Agora os gigantes da mídia investem em algo que é sucesso na web: os blogs.

Hoje em dia é comum abrir um site de uma rede de TV ou de um jornal e dar de cara que uma infinidade de blogs de produtores, colunistas, jornalistas e diretores das empresas. Grandes portais de mídia até hospedam em seus servidores blogs de atletas, celebridades e políticos. Não podemos ignorar e dizer que é mentira. A blogosfera é um novo modo de se fazer jornalismo.

Conceituados profissionais de imprensa muitas vezes dão informações em primeira mão através de seus blogs, ou twitters. A vantagem do blog é que o autor tem contato direto com o público. Ele pode escrever para os comentaristas e trocar ideias e opiniões, ouvir sugestões para novos posts e com isso, aumentar a audiência e prestígio de seu blog. Muitos jornalistas fazem isso com maestria. Não é a toa que hoje já existem prêmios para melhores blogs e a tendência é que a blogosfera cresça muito nos próximos anos.

Mas ainda há os jornalistas do contra, muitos da velha guarda que não se conformam com a velocidade que a internet alcança. Jornalistas com mais de 40, 50 anos de carreira que viveram seu auge em outras épocas e hoje não se adaptaram as novas tecnologias de informação. Muitos são avessos aos blogs e dizem não confiar na internet. Na minha opinião, isso é preconceito de pessoas que não querem ver que o jeito de se fazer jornalismo mudou, como em outras profissões.

Evoluções sempre aconteceram na história da humanidade e com o jornalismo não teria porque ser diferente. Os blogs fazem parte desta evolução e com certeza terão mais investimentos. A cada dia que passa, a força da blogosfera aumenta. Que continue assim, pois quem sairá ganhando é a sociedade.

7 comentários:

Cibele Silva disse...

Costumo dizer que o blog para nós Relações Públicas foi uma "invenção" para divulgarmos e expandirmos a profissão. Para o jornalismo é para a divulgação e expansão de idéias, de opiniões, rotatividades da mídia e do dia a dia.

Confesso que vejo pouco os blogs de jornais, mas gosto muito de ver blogs iguais ao do Azenha ou o Blog da Comunicação, os acompanhando eu me incluo nestas pessoas que 'saiem ganhando' com a força da blogsfera.

Felipe disse...

Se abrirmos o site do clicrbs, se percebe que possui diversos blogs que incluem pessoas que escrevem pros jornais do grupo ou trabalham na radio.

Creio, que assim como a camera digital "democratizou" a fotografia, permitindo que mais pessoas consigam tirar excelentes fotos, os blogs de uma certa maneira tornaram a comunicacao mais democratica, abrindo pra todos com opiniao critica expor suas ideias.

Talvez, isso seja a causa do medo, como eh dito no post, de jornalistas mais antigos, acostumados no Brasil, a dominar as informacoes.

Ocappuccino disse...

até gay talese que no início do ano em entrevista ao roda viva se mostrou bem avesso à internet, ao jornalismo feito na rede. afirmou que desconhece o buscador mais famoso do mundo, o Google. “Eu nem sei o que é. Minha mulher diz que eu sou preguiçoso. Não sei se é isso, mas acho que o jornalista que se baseia nisso tem uma mediocridade em termos de relato. Porque o importante é encarar a pessoa nos olhos”. talese, que não é adepto às novas tecnologias, também enfatizou que a tecnologia pode ser prejudicial ao bom jornalismo. “O laptop é uma armadilha, limita muito o trabalho do jornalista. A pessoa que é curiosa anda por aí atrás de histórias”. e parece que se rendeu e mostrou o lado blogueiro, acompanhem no link http://manualdosfocas.com/2009/07/gay-talese-mostra-seu-lado-blogueiro/


agora nao duvido mais de nada

mateus

Fabio Procópio disse...

Felipe, ainda acho perigoso falarmos em democratização da ocmunicação.. ainda mais no ambiente virtual e no país que estamos... Acho o blog, quando bem utilizado, com seu devido foco um ótimo mieo de de divulgar idéias e abrir espaço para o debate e construção de novas idéias...

Abraço

Felipe disse...

Fabio... sim, mas eu falei que "de certa maneira torna mais democratica"... nao que seja totalmente.

Mas se pegarmos o caso do uso do Twitter para divulgar os acontecimentos no IRA, eh uma mostra de que a comunicacao se tornou, na medida do possivel, mais democratica! Informacoes que antes chegariam (ou nao) pela metade, passaram a ser dadas por pessoas comuns.

Abraco.

Guilherme Freitas disse...

Obrigado pelos comentários pessoal. Um abraço a todos!
Guilherme Freitas

Guilherme Freitas disse...

Obrigado pelos comentários pessoal. Um abraço a todos!
Guilherme Freitas